Minha faculdade

Oláaa, tudo bem meus amores?

Hoje vim falar sobre um tema bem importante, pois ele está estritamente relacionado com nosso futuro: faculdade.

Resultado de imagem para sharpay se formando gif

Muita gente não sabe o que eu faço, como escolhi, se eu gosto… Então vim contar um pouquinho sobre isso para vocês e compartilhar minha experiência.

Desde pequena sou muito comunicativa (pior que papagaio), sempre me dei muito bem em fazer amizades, sou 0 tímida, gosto de falar em público, e deixar minha imaginação ir às alturas, e por esse motivo meus pais sempre falaram que eu levava jeito pra área de comunicação, e em particular, para a área de publicidade.

Os anos foram passando, e ainda durante o colegial, meu pai estava abrindo seu próprio negócio e precisava de alguém que criasse os materiais institucionais. Veio então a boa filha e quis ajudar o papi, e foi quando eu percebi que levava jeito e gostava dessas coisas!

Porém, eu também amava muitas outras coisas, cheguei no terceiro ano então totalmente perdida, sem saber o que prestar. Uma parte de mim ouvia meu instinto dizendo “vai fazer publicidade, propaganda e marketing”, outra falava “vai pra moda, você ama moda”, outra falava “eu seria uma ótima advogada”,… Pra mim, eu levava jeito pra tudo ahahah (pouco leonina).

E assim chegou o tão temido vestibular, como eu já sabia que não queria fazer faculdade pública, isso já eliminou várias opções, então decidi prestar algumas faculdade particulares das mais famosas (facamp, puc, mackenzie, anhembi, espm, ….) e cada uma em um curso! ahhahahahaha olha que doida, eu prestei: ppm, adm, medicina, jornalismo, direito e moda. Tirando medicina, passei em todas, e foi aí que chegou a segunda parte mais difícil, escolher o curso e a faculdade.

As coisas ficaram mais fáceis pois eu queria morar sozinha, e meus pais não deixaram eu morar sozinha em são paulo por nada no mundo (eu tinha 17 anos), e isso já resumiu há metade das possibilidades. Comecei a pesquisar um pouco mais sobre as faculdades, taxa de empregabilidade, matérias, programas internacionais, etc… optando pela minha atual faculdade (faço facamp).

A respeito do curso, decidi ouvir meus instintos e optar por publicidade, propaganda e marketing. Entrei maravilhada, amando o curso, a faculdade, minha nova cidade, novos amigos… E não me arrependo em absolutamente nada, acredito que minha escolha não poderia ter sido melhor.

Resultado de imagem para marketing gif

Muitas pessoas acham que quem faz ppm só mexe com softwares de edição, mas isso é muito errôneo. Tive aulas sobre padrões de consumo, economia (macro e micro), psicologia, finanças, demografia, fotografia, sociologia, estatística, pesquisa mercadológica, mídia, entre muitas outras, e é claro marketing e computação gráfica. Além disso, no terceiro ano de faculdade, os alunos precisam optar entre publicidade e propaganda OU marketing, sendo assim, a sala é separada, e cada turma se aprofunda naquilo que escolheu. Vem aí a surpresa: entrei decidida que iria para a área de publicidade e propaganda, e acabei optando por marketing (yeah, fui seduzida por essa coisinha tão sensacional chamada marketing).

Mais curiosidades: minha faculdade os três primeiros anos são integrais, e o 4º ano é noturno para estágio obrigatório durante o dia.  Além disso, é no 4º ano que vem o temido e odiado TCC (ele é em grupo e você faz todo um plano de marketing e publicidade para alguma empresa – cliente). E pasmem: Eu vivo em festas, sou bem saidinha, mas nunca peguei nenhum exame (yeay – a média é 7). Atualmente estou no último semestre (não sei se to feliz ou triste), tenho apenas mais 1 mês de aula, já entregando o tcc e me formando.

“Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar em um único dia em sua vida.”

Acredito que eu tenha dado uma boa resumida, pois é bem difícil falar de uma escolha tão importante, e desses 4 anos de faculdade em um post de blog… Espero que tenham gostado,

Beijinhos ❤

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*